Sunday, April 10, 2011

Dia 7: Primeiro livro que eu li.

Cinco meses depois...

Fiz umas poucas mudanças nesse meme (que acho que nem existe mais, depois de tanto tempo) pra ver se eu desempaco, supero logo esse negócio dos livros, e volto a postar direito aqui no blog.

Vamos lá.

O primeiro livro de verdade que eu li foi Sem Pé Nem Cabeça, do Pedro Bandeira. Não estou considerando livrinhos muito infantis, cheios de desenhos e vazios de palavras (nem gibis da Turma da Mônica). Um dos itens da lista de materiais da segunda série do primário era um livro, e foi esse que minha mãe comprou pra mim. Eu tinha seis anos.

Era uma história confusa, bem coerente com o título, sobre um menino que pensava, colocava os pensamentos no papel, criava coisas, e perdia o controle sobre as coisas depois que dava vida a elas.

Quando li esse livro pela primeira vez, nem imaginava que o Pedro Bandeira voltaria a me fazer companhia na adolescência, com os ótimos A Droga da Obediência, Pântano de Sangue, Anjo da Morte e A Droga do Amor, todos aventuras de detetive dos Karas, com títulos que meus pais não gostavam muito.

Ano passado dei meu exemplar de Sem Pé Nem Cabeça pra minha prima de seis anos. Me arrependo um pouco disso, porque cuidei muito bem do livro desde 1996, e não confio muito nela pra fazer o mesmo por mais uma década e meia. Mas espero que ela goste da história tanto quanto eu gostei.

No comments: