Wednesday, February 18, 2009

Querido diário,

Terminei de ler O Retrato de Dorian Gray ontem, e é um dos melhores livros que eu já li (viu, Max?).

Acho que todas as pessoas do mundo sabem que eu cedo meu lugar no ônibus, porque agora todas elas param ao meu lado, mesmo tendo o corredor inteiro livre. Com tanta gente ali logo eu tenho que ficar com peso na consciência e voltar pra casa em pé. A Primeira Oportunista do Ônibus nunca levanta. Ela fica olhando pela janela fingindo nem ver as senhoras carregando mil sacolas ou as mães com crianças no colo, e ouve música em seu mp4 rosa choque. Tenho muito a aprender com ela, tirando a parte da cor do mp4.

Meu estágio é legal, as pessoas lá são divertidas, e minha chefe xinga o computador em inglês. Ainda assim, descobri que eu realmente não sirvo pra ficar fechada em um escritório. Continuo com meu sonho de criar cavalos.

Um professor comentou esses dias na aula uma tese sobre o motivo de as mulheres andarem com a barriga de fora: mostrar que ainda não foram fertilizadas. Não encontrei a tal tese ainda, mas o pior é que faz sentido. Ainda bem que sou reservada demais pra essas coisas e guardo minha barriga não-fertilizada só pra mim.

Sim, a inspiração e a criatividade me abandonaram (não que estivessem totalmente presentes até agora), e não sei mais o que é a capacidade de transformar fatos em posts, o que justifica a existência desse texto chato.
Obrigada pela atenção.

9 comments:

Max said...

huahuhaua
Viu? Sabia que ia gostar. É o meu favorito até agora. Depois vêm "Notas do subsolo", do Dostoiévski e "Uma Aprendizagem ou o Livro dos Prazeres", da Clarice Lispector.
P.S.: Sobre a criatividade do post: isso é o bom (?) de um diário, criatividade não é imprescindível, afinal, é o registro dos fatos...

Max said...

Só pra deixar claro: gostei do post.
xD

Fabiane Bastos said...

Ei! O post não tá nada chato.
Eu adorei!

Max said...

Eu sei que tô sendo chato...mas queria saber mais sobre o que você achou do livro...Por que você gostou tanto?...Se tem alguma frase que você gostou mais...
Faça um post da review.
Como você fez com outros livros.
Gosto dos seus comentários...hehe
xD

Anonymous said...

Gosto destes posts em que faz uma reflexão da sua vida. Gosto de saber que gosta de cavalos e sonha em fazer isto por prazer.

Só não gostei da afirmação que vc esconde sua barriga não fertilizada. Acredito que coisas bonitas devem ser mostradas.

Bel Humenhuk. said...

eita. Oo

Bel Humenhuk. said...

Anônimo ressurgindo das cinzas.

Max, faço o post sobre o livro assim que der tempo. E Notas do Subsolo eu tava lendo e aí meu pai emprestou pra uma amiga. ¬¬

Max said...

Ok. Vou esperar.
P.S.: Seu pai, hein... :/

Priscila said...

Eu adorei o texto, Bels =D

E eu tô começando a achar que não nasci pra ficar enfiada no lab, acho que nasci mesmo é pra tocar pandeiro em roda de samba_ eu disse samba. [não me bate] =D