Tuesday, November 18, 2008

Como assim?

Hoje foi um dia muito, muito estranho no ônibus.

Pra começar, quando eu entrei no ônibus a Segunda Oportunista já estava lá, sentada, confortável. O ponto dela é dois à frente do meu, ou seja, ela pegou o ônibus pelo menos um ponto antes de mim. Não fosse ela merecedora do título de Segunda Oportunista do Ônibus, eu nem cogitaria a hipótese de ela ter caminhado três pontos para ficar em vantagem. Mas é impossível prever o que essas moças são capazes de fazer para conseguir um lugar para sentar.

Distraí um bom tempo com esses pensamentos, até ser interrompida pelo sol forte que de repente bateu na minha cara através de uma janela do lado oposto do ônibus e me deixou cega por frações de segundo. Foi aí que eu pensei: "Bem que a Primeira Oportunista podia estar do meu lado e servir de cortina".

Parei.

Cadê a Primeira Oportunista? Todos os dias ela está em pé ao meu lado com a bolsa enfiada na minha cara, e hoje ela não estava ali. Fiquei desconcertada por alguns momentos. Ela estava parada ao lado de outra passageira (que eu nunca tinha visto nesse ônibus e que por acaso desceu um ponto antes de mim; a Primeira Oportunista tem um poder de observação extremamente aguçado, eu até a respeito por isso).

Isso me incomodou o dia todo.

2 comments:

Ton-Kun said...

Predadores evoluem para conseguir abocanhar presas mais fáceis ou mais suculentas. FATO. As Oportunistas parecem uma espécie em ascensão. Será que a procriação se dá por exemplificação e estímulo? Cuidado, você pode ser infectada!

Marco Y said...

Eu adoro seus posts sobre as oportunistas.

Analisando seus textos, fica claro que elas tem uma grande capacidade evolutiva... rs

Fazendo uma analogia com vírus. Eu acredito que, além da grande capacidade de observação, elas são capazes de andar em direção oposta ao destino para conseguir posições privilegiadas dentro do coletivo.

hahaha