Thursday, August 21, 2008

Menos um.

Eu fiz uma proposta pra mim mesma de voltar a ler e ler e ler toda hora como costumava fazer antes da maluquice da faculdade, e resolvi que ver o filme não conta. Então fui comportadinha ler O Médico e o Monstro.

Não teria fundamento nenhum eu fazer uma super resenha do livro, porque esse é um clássico consagrado da literatura mundial, adaptado pra trocentos mil filmes, programas e tudo mais, e a minha opinião pouco vai importar. Não é preciso ler a obra pra conhecer a história, aliás, (quase) todo mundo conhece.

Mas enfim, eu só queria deixar registrado que ao longo do livro, e principalmente no final, eu senti aquele arrepio na espinha - tão bem descrito em várias e várias páginas da obra.

E eu não queria que o livro acabasse.
É muito melhor conhecer a história tendo lido.

6 comments:

Marco Y said...

Este eu nunca li, mas a "Revolução dos bichos" sim. Uns vinte anos atrás, e lembro de ter gostado...

Na verdade, sempre gostei de George Orwel.

Cláudia Araújo Al-Nahar said...

Eu tenho um Mr. Hyde dentro de mim.
A frase ficou estranha, enfim...

Ton-Kun said...

Um dia eu tentei ler esse livro. Comprei, me interessei, perdi o livro. Nunca mais toquei na obra. Tsc. E fiquei sem saber o final da história. Tsc tsc.

Bel. said...

Como assiiim alguém perde esse livro?

Ton-Kun said...

Viagem... Oitava série... Saca? Eu não sei que diabos aconteceu, mas eu voltei pra casa SEM ele... Aliás... Até imagino o que aconteceu, mas não posso acusar ninguém... E eu tinha acabado de comprar...

Fabiane Bastos said...

Nunca ache perda de tempo escrever uma resenha não importa o livro. se asua resenha for boa pode estimular mais pessoas a lê-lo.