Tuesday, June 24, 2008

Experiência traumatizante no shopping

Estava no shopping com a minha tia, como de costume, e fomos almoçar. Optamos aleatoriamente por um dos "restaurantes" italianos da praça de alimentação, e era um daqueles que as pessoas vão escolhendo os ingredientes que querem no molho enquanto o cara vai preparando, depois escolhem qual molho vão querer, bem como o tipo de massa. Muito bem, um prato personalizado, uma coisa bem atendimento-bancário, só que gastronômico.
Fomos para a fila, e ficamos observando um menino que pareceu estar um pouco confuso na hora de listar os ingredientes que iria querer. Fiquei irritada com ele, e reclamei com a minha tia. Enfim.

Ali na fila a moça veio nos dizer que podíamos optar por oito dos ingredientes.
Pareceu fácil.

Foi então que a mulher que estava na nossa frente se atrapalhou na hora da escolha. Ela foi muito bem até a quarta opção, senhora de si, mas aí gaguejou um pouco na quinta, e travou completamente depois da sexta. O cara que prepara o molho começou então a lembrá-la de que ainda faltavam dois ingredientes, com um leve tom de pressão na voz. Ela começou a repetir um pouco desesperada: "eu sabia todos os ingredientes, eu sabia..."

Fiquei assustada. A próxima seria eu.

Comecei bem: queijo, champignon, palmito, azeitona. Aí eu travei. Ele ficou me olhando e esperando a continuação, e eu simplesmente não conseguia falar. Olhei todos os ingredientes expostos ali e de repente esqueci todas as coisas que eu gosto, e os nomes delas. Foram talvez os segundos mais tensos da minha vida.

Aí a salvação! Peito de peru!
Alívio.

Mas logo a tensão voltou. "Ainda faltam três", ele me dizia.
Eu não sabia o que fazer. Quase encenei um momento dramático sobre como minha mãe tinha exigido coisas demais na minha infância, e como meu pai queria que eu fizesse faculdade de medicina e eu tinha o decepcionado, e carregava esse peso agora e por isso não sabia mais fazer escolhas. Eu conseguiria chorar se precisasse. De verdade. Os problemas familiares inventados só seriam pretexto.

Não sei exatamente como foi o final. Tenho a vaga lembrança de ter pedido queijo e champignon de novo, e menor idéia de qual foi a última escolha. Foi tudo tão traumatizante! Próxima vez eu anoto os oito ingredientes e vou preparada.

Sério.

3 comments:

Estefanie Fernandes Simões said...

hahaha, tadiiinha /o\
[ri, depois sente dó (Y)]

Odeio lugares que fazem isso.
Como sou chata, só escolho três e se as pessoas dizem que tá faltando, eu falo que realmente só quero os três e funciona...

Thami said...

O problema foi entrar na escola com 3 anos.
Eu sempre disse.

bee said...

Hehehehehehe...
Eu escolho na fila...
MAs tbm me saio bem sobre pressão. (mentchinra...saúde!)